A LUTA CONTINUA – contra o impeachemant da PRESIDENTA DILMA ROUSSEFF

Rio de Janeiro 19 de abril de 2016

Ontem Graca Lago, li essa sua mensagem no facebook:

17 de abril às 22:36 ·

Em 1989, logo após a derrota de Lula, houve uma grande reunião de artistas com o candidato para discutir o que fazer. Papai era o mais velho, já com 78 anos.
Após várias falações, alguém perguntou: “mas o que nós vamos fazer?”
E o mais velho levantou-se e falou com uma tranquilidade histórica:
“Uai, a gente começa tudo de novo”.

‪#‎ALutaContinua‬
‪#‎NãoVaiTerGolpe‬

após refletir segue o texto abaixo:

Rio de Janeiro 19 de abril de 2016

Bom dia

COMPANHEIROS A LUTA CONTINUA!

A LUTA CONTRA O IMPEACHEMANT DA PRESIDENTA DILMA ROUSSEFF, ELEITA COM 54 milhões de votos e em DEFESA DA DEMOCRACIA NÃO TERMINOU.

Após ler as mensagens sobre a luta ser travada agora, surpreendentemente os coxinhas começaram a divulgar que a luta é contra Cunha e Temer, mentem, o objetivo é tirar o PT e a

PRESIDENTA DILMA ROUSSEF,

do Governo Federal, algumas pessoas que estavam nas ruas começam a divulgar a campanha do MBL e asseclas.

PRESTEM ATENÇÃO EM QUEM ASSINA OS CARTAZES dessas campanhas.

Outros que sempre foram a favor do impeachemant, vejam a votação (PPS, PSB), a REDE como partido, teve em MARINA o baluarte da campanha: NOVAS ELEIÇÕES e por coerencia pessoal um ou alguns dos deputados votaram contra o processo na Câmara e por último ex-petista se une a eles e começam a campanha a favor do impeachemant no senado.

Vejam a lista dos senadores que defendendo a saída da PRESIDENTA DILMA ROUSSEFF conclamam por novas eleiçoes:

Cristovam Buarque (PPS-DF),
Randolfe Oliveira(REDE-),
João A. Capiberibe(PSB-AP),
Lídice da Mata(PSB-BA),
Walter Pinheiro (ex-PT, atualmente sem partido)

defendem na verdade a saída do PT do Governo Federal, combatem a DEMOCRACIA, não respeitando as eleições e o voto da maioria dos brasileiros 54 milhões votos e buscam atingir seus objetivos pessoais e políticos.

A ESQUERDA DEVE PERMANECER UNIDA e defender a DEMOCRACIA, declarar que a solução é eleições gerais É ADERIR AO GOLPE, não se iludam.

Tentam tergiversar e dar a guerra como terminada, a luta não terminou: para os que assim pensam – a luta terminou – o principal é derrotar o PT.

Não se iludam companheiros, a luta do presente momento é a mesma: é, impedir o impeachemant da Presidenta Dilma Rousseff.

Temos que continuar nas ruas, a votação da Câmara foi apenas o envio para o Senado, e agora sim é que irá ser votado pra valer.

A campanha conta com jornalistas e articulistas, como a defesa ontem de eleições gerais feita por Cid Benjamin, de quem não tenho dúvida de ser da esquerda.

Outras pessoas continuam a divulgar, como fizeram desde o início, que a Presidenta Dilma Rousseff deve encaminhar eleições gerais. Proposta coerente com o início do processo quando defendiam a renúncia.

Os petistas não devem cair no canto da sereia das eleições, fica claro que o objetivo da direita e de quem defendia a renúncia é tirar a DILMA ROUSSEFF.

Observem que a própria direita deixou de lado o grito tantas vezes repetido na VOTAÇÃO da Câmara: fora PT.

ELES AINDA NÃO VENCERAM.

A luta não terminou e agora é que é:

A BATALHA FINAL!

Após essa batalha é que tudo estará decidido.

VAMOS ÀS RUAS!

NÃO É A HORA DE ESMORECER.

Convidamos os companheiros da ESQUERDA a CONTINUAR UNIDOS e a CONTINUAR A LUTA EM DEFESA DA DEMOCRACIA.

NÃO AO GOLPE de Honduras e Paraguay.

Luciano Menezes

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Leave a Reply